quarta-feira, janeiro 31, 2007

O Dia que o Brasil foi Invadido

Cacique Cobra Coral

É pessoas, saiu na Isto É, a médium que tem poderes pra lá de sinistros....Valeu meu amigo Arcanjo, embora seja da concorrência é gente fina hehehehe

A senhora do tempo
Ela prevê catástrofes, desvia chuvas
e mexe nos ventos. A médium Adelaide
Scritori, que recebe o Cacique Cobra
Coral, ganha fama mundial. Você pode
acreditar neles?
Por Marco Damiani
Colaborou Carina Rabelo

É possível ser mais forte que a natureza, alterar os ventos, dirigir as chuvas, abrir o sol entre nuvens pesadas? Não responda agora. Guarde seu julgamento para depois de conhecer melhor a mulher na foto ao lado. Adelaide Scritori é vista por muitos como uma senhora do tempo, capaz de prodígios inquietantes no campo das mudanças climáticas. Seus poderes intrigam cientistas, desafiam céticos e amealham uma legião de clientes e admiradores que incluem o primeiro-ministro inglês, Tony Blair, o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Jacques Rogge, e os administradores das duas maiores cidades do País, Cesar Maia, do Rio de Janeiro, e Gilberto Kassab, de São Paulo. Adelaide esteve no centro de fatos desconcertantes como a súbita elevação de 29 graus centígrados na temperatura de Londres, a abrupta interrupção de chuvas torrenciais em Santa Catarina e o deslocamento para o mar de temporais que castigariam o Rio de Janeiro. Ela sustenta ser uma médium que se comunica com o Cacique Cobra Coral, espírito capaz de manobrar fenômenos naturais. Sempre reclusa e avessa a entrevistas, a médium Adelaide pela primeira vez quebrou o silêncio e falou a ISTOÉ sobre os mistérios do seu dom. “Minha missão é minimizar catástrofes que podem ocorrer em razão dos desequilíbrios provocados pelo homem na natureza”, diz.



O Cacique Cobra Coral é um espírito que já foi de Galileu e Abraham Lincoln
Nos últimos dias, Adelaide foi chamada por autoridades paulistanas para reverter as chuvas previstas para caírem sobre a cratera aberta nas obras da linha 4 do metrô, o que atrapalharia as escavações em busca de vítimas. “Temos a necessidade da vossa interferência”, registrou em e-mail, momentos depois do acidente, o secretário adjunto de subprefeituras, Ricardo Teixeira. Vinte e quatro horas mais tarde, o mesmo Teixeira assinou documento oficial de agradecimentos. “Pudemos constatar que choveu em vários locais da cidade, conforme previsto, menos na região afetada pelo desastre das obras do metrô, permitindo, através desse desvio, a continuidade das operações no local.” Ele prosseguiu lembrando que as buscas iriam continuar e, por isso, solicitou “a não ocorrência de chuvas”. Outra vez o sol, é certo, se fez naquela região.

Histórias desse tipo fazem de Adelaide, aos 53 anos, uma médium de fama mundial. Filha do também médium Ângelo Scritori, que morreu aos 104 anos, em 2002, ela nasceu acompanhada de uma profecia. Geava fortemente sobre o sítio da família, no norte do Paraná, quando sua mãe entrou em trabalho de parto. Toda a plantação de café da pequena propriedade foi perdida, mas Ângelo contou depois que, naquela noite, o espírito do Padre Cícero (1844-1934) se manifestou, como costumava acontecer, por meio dele. Avisou, daquela feita, que a mais nova integrante da família teria poderes para se comunicar com outro espírito, um ente poderoso o suficiente para alterar fenômenos naturais. Sete anos depois, já menina, Adelaide lembra ter recebido pela primeira vez, no centro espírita freqüentado pelos Scritori, as mensagens enviadas pelo Cacique Cobra Coral.
André Dusek
Um aviso a Bush: em 3 de agosto de 2001, Adelaide enviou e-mail à Casa Branca prevendo tragédias em Nova York e Washington. Após os ataques de 11 de setembro, ela recebeu em São Paulo
a visita de agentes do Departamento de Estado

Ao contrário de muitas pessoas que dizem receber espíritos e entidades, Adelaide tem uma atuação amarrada por fortes laços com a ciência. Ela criou a Fundação Cacique Cobra Coral (FCCC) e, nessa estrutura, montou um braço operacional de previsões meteorológicas. “Antes de falar com o Cacique, dona Adelaide pergunta o que tem de ser feito para atender a uma solicitação dos clientes”, explica o professor Luiz Fernando Matos, graduado em Meteorologia pela UFRJ e pós-graduado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Ele é o meteorologista-chefe da FCCC. Por clientes eles chamam os organismos que têm convênios de assessoramento assinados com a Fundação. Constam da relação, neste momento, o Ministério das Minas e Energia, os governos do Rio Grande do Sul e Santa Catarina e as prefeituras do Rio e de São Paulo. Em tempo: todos os convênios têm custo zero para os contratantes. “Nosso acordo tem-se mostrado produtivo em termos de informações e projeções, além de elementos de prevenção”, afirma Cesar Maia. Sobre os poderes de Adelaide em atenuar intempéries, ele suaviza, sem desmenti-los. “O que posso dizer é que as chuvas e temporais, desde a assinatura do convênio, têm sido proporcionais à nossa capacidade de enfrentá-los.” Em novembro, a médium foi solicitada a desviar uma chuva grossa prevista para cair nas encostas do morro do Joá, no bairro de São Conrado, onde funcionários municipais faziam obras de contenção. Registra-se que a tromba d’água foi dar em alto-mar.
A encomenda de Thatcher: Londres chegou a registrar,
no inverno de 1986, temperaturas de 30 graus abaixo de zero. A então primeira-ministra Margaret Thatcher pediu ajuda à médium. Num único dia, o clima esquentou em 29 graus

As consultas de Adelaide ao seu meteorologista-chefe descem a minúcias sobre o volume de milibares de pressão atmosférica e o índice exato de umidade do ar. Tudo para que, quando questionada pelo espírito do Cacique Cobra Coral, ela possa monitorá-lo sobre como agir. É difícil, dificílimo de acreditar, mas até mesmo a cética imprensa inglesa teve de se dobrar, em 1986, ao inexplicável que ronda a imagem da médium. Naquele ano, um inverno de 30 graus abaixo de zero castigou Londres, enchendo de preocupação a então primeira-ministra Margaret Thatcher. A “Dama de Ferro” foi aconselhada, não se sabe bem por quem, a pedir os serviços de Adelaide. A médium aceitou a tarefa e, no dia seguinte à solicitação, a temperatura já chegava a um aceitável grau negativo. Ao noticiar a movimentação de Adelaide e de seus assessores da FCCC, o cotadíssimo The Guardian apelidou a turma brasileira de “interceptadores de catástrofes”. Sua fama mundial começou nesta fase. No ano passado, o governo do primeiro-ministro Blair necessitava de um 9 de dezembro sem chuvas, em meio a uma temporada de precipitações, para fazer um anúncio em público. Na data requerida, Londres, depois de muita água, viu outra vez a face do sol. E Adelaide de novo ficou com os créditos pela façanha. Até nas Olimpíadas de Atenas, em 2004, ela fez das suas. Chamada para suavizar o calor abafado que descia sobre a cidade, ela pessoalmente foi até lá e, sim, levou consigo uma brisa fresca que aliviou os jogos.
Renato Velasco
A confiança de Maia: o prefeito do Rio de Janeiro, Cesar Maia, é um constante interlocutor de Adelaide. Ele reconhece que depois de assinar convênio
com a Fundação Cobra Cobral nenhuma chuva no Rio extrapolou as expectativas

Os cientistas guardam uma distância regulamentar da médium e dos feitos a ela atribuídos. Professor e pesquisador do Instituto de Física da Universidade de São Paulo, Cláudio Furukawa não encontra na teoria uma explicação para os casos de mudança climática em que ela se envolve. “Não há nada na física que comprove um fenômeno paranormal. Isso tudo foge completamente ao campo da ciência”, afirma. Ele admite que cientistas que aceitam o espiritismo ou fenômenos sobrenaturais são discriminados pelos demais pesquisadores, justamente porque dão crédito ao que não conseguem provar. O professor Álvaro Vannucci, membro do mesmo instituto e especialista em física dos plasmas, acredita que os fenômenos mediúnicos ocorrem segundo leis naturais ainda não descobertas ou devidamente entendidas pela ciência atual. “A principal dificuldade de se investigar estes fenômenos corresponde ao fato de eles não serem reprodutíveis. Isto não impediu, no entanto, que grandes cientistas como William Crookes (1832-1919) e Charles Richet (1850-1935) se envolvessem intensamente com este fascinante assunto.”
Elza Fiúza/ABR
A garantia a Ciro: eleitora
de Ciro Gomes na eleição presidencial de 2002,
Adelaide cobrou dele a transposição do rio São Francisco. “Perdi, será impossível”, disse-lhe Ciro. “Não, você será chamado.”
Dias depois, ele virou o ministro responsável pelo Rio
Noves fora os laços científicos, Adelaide, como médium de primeira linha, tem premonições que extrapolam até mesmo os mistérios do tempo. Em 3 de agosto de 2001, antes, portanto, dos ataques terroristas de 11 de setembro nos Estados Unidos, Adelaide mandou um e-mail para o presidente George Bush alertando que uma catástrofe estava para ocorrer em Nova York e Washington. Disse ainda que o presidente não deveria pernoitar na Casa Branca entre os dias 11 e 12. Após os ataques, agentes do Departamento de Estado visitaram a Fundação Cobra Coral, em São Paulo, à cata de maiores explicações para a previsão. Saíram de mãos vazias.

Dentro da FCCC, conta-se que a médium manteve estreitas relações com o ex-presidente do Iraque Saddam Hussein (1937-2007). Ela previu a data do ataque americano à Bagdá, durante a primeira guerra do Golfo, em 1990. Impressionado, Saddam solicitou à médium que fizesse chover na região da Sérvia, para impedir um ataque terrestre preparado pela Otan. Foi atendido e o ataque, adiado. Depois de uma visão terrível, Adelaide enviou em 26 de setembro de 1992 um fax ao então deputado Ulysses Guimarães. Alertava-o para não utilizar nenhuma aeronave de pequeno porte na primeira quinzena de outubro. Ulysses, como se sabe, morreu no dia 12 de outubro daquele ano, quando o pequeno helicóptero em que viajava se espatifou no mar. Agora, tome fôlego, leia a entrevista abaixo e, se quiser, responda: é possível dominar a natureza?

terça-feira, janeiro 30, 2007

Derretimento de geleiras é 3 vezes maior que em 80

As geleiras estão derretendo três vezes mais rápido do que na década de 80, de acordo com dados divulgados pelo Serviço Mundial de Monitoramento de Geleiras, que é sediado na Suíça.

Os pesquisadores acompanham com atenção uma amostra de 30 geleiras em várias partes do planeta, e atribuem o fenômeno à mudança do clima da Terra.

"Nós vamos entrar em condições não vistas nos últimos dez mil anos, e talvez condições que a humanidade jamais experimentou", disse Wilfried Haeberli, diretor do serviço.

Os dados são divulgados em meio à reunião do Painel Intergovernamental para Mudanças Climáticas da Organização das Nações Unidas (IPCC, em inglês), reunido desde segunda-feira em Paris.

O painel deverá divulgar na sexta-feira a sua primeira avaliação do problema desde 2001, em um documento que, os especialistas acreditam, terá repercussões políticas e econômicas.

Há divergências, no momento, sobre as previsões a serem feitas para a elevação do nível do mar.

Mas o IPCC deverá declarar que as mudanças de clima induzidas pela ação humana estão de fato ocorrendo e é necessário agir em relação a ela.

Sensíveis

Dos elementos geográficos da Terra, as geleiras são consideradas as mais sensíveis à elevação das temperaturas.

De acordo com o Serviço Mundial de Monitoramento de Geleiras, o derretimento provocou uma diminuição de espessura da amostra observada de 60 a 70 centímetros, em média, em 2005.

Isto representa 1,6 vezes mais do que a média anual durante a década de 90.

Se a tendência se mantiver, Haeberli acredita que várias geleiras vão desaparecer em décadas. Elas possuem normalmente dezenas de metros de espessura.

No ano passado, o Serviço Mundial de Monitoramento de Geleiras previu que os Alpes perderão 75% de suas geleiras durante este século.

O diretor-executivo do Programa Ambiental das Nações Unidas, Achim Steiner, que trabalha próximo ao serviço, diz que "as geleiras são importantes fontes para muitos rios importantes de que as pessoas dependem para água para beber, agricultura e objetivos industriais".

"A descoberta deve fortalecer a determinação de governos de agirem agora para reduzir as emissões de gases que provocam o efeito estufa."

O relatório do IPCC de 2001 prevê que até o fim do século, as temperaturas deverão subir entre 1,4 e 5,8 graus celsius.

O novo relatório provavelmente vai reduzir a margem de incerteza, embora não descarte totalmente a possibilidade de aumento da ordem de 5,8 graus celsius.

segunda-feira, janeiro 29, 2007

sexta-feira, janeiro 26, 2007

Tema de verão Ipanema

Bhá meu amigo Ico me deu a tinta e eu fui conferir hehehe escutem é muito afu o tema de verão da Ipanema....a radio dos loucos!!!!

Baixe em mp3

Curta da Era do Gelo

quinta-feira, janeiro 25, 2007

Grêmio Imita o Inter!!!!

Saiu no Correio do Povo!!!


Os Simpsons ...de verdade...

Filtro Infra Red Home Made

Muito bacana para os que não possuem este recurso em sua camera digital (a minha da Sony tem :P)



quarta-feira, janeiro 24, 2007

Blu-ray DRM defeated

The copy protection technology used by Blu-ray discs has been cracked by the same hacker who broke the DRM technology of rival HD DVD discs last month. The coder known as muslix64 used much the same plain text attack in both cases. By reading a key held in memory by a player playing a HD DVD disc he was able to decrypt the movie been played and render it as an MPEG 2 file.

The latest Blu-ray hack was performed by muslix64 using a media file provided by Janvitos, through the video resource site Doom9, and applied to a Blu-ray copy of the movie Lord of War. In this case, muslix64 didn't even need access to a Blu-ray player to nobble the DRM protection included on the title.

quarta-feira, janeiro 17, 2007

Plasma de Uva no Micro-ondas

Primeiro HDDVD chega aos portais TORRENT

É não demorou tanto quanto eu pensava...
Pouco tempo após o lançamento da ferramenta BackupHDDVD, que permite copiar o conteúdo de um HD DVD para o disco rígido, apareceu em portais de BitTorrent a primeira versão pirateada de um filme de alta definição.
Após o lançamento da ferramenta, criada por um autor anônimo conhecido apenas pelo pseudônimo Muslix64, restava descobrir uma maneira de tirar a criptografia, possível apenas obtendo a chave do título, item que o software não fornecia. Um método para obter esta chave, através do uso de programas de reprodução, passou a ser divulgado através de sites e fóruns.
O primeiro filme a ser distribuído é Serenity, do diretor Joss Whedon, lançado em 2005 e trazido para o Brasil com o nome "Serenity – A Luta pelo Amanhã". O filme, que não fez muito sucesso, narra a história de uma nave de mercenários intergalácticos que se envolvem em um problema após aceitar transportar um homem e sua irmã.
A novidade foi divulgada no site HDTVBlogger, que anunciou que o arquivo possui 19,6 GB e está no formato nativo EVO, podendo ser reproduzido em softwares como PowerDVD e WinDVD que ofereçam suporte à nova geração de mídias.
Seu criador, no entanto, diz que o arquivo pirateado, codificado no formato MPEG-4 VC-1, está completo e funcional, porém travará assim que chegar ao fim de sua reprodução.
A CyberLink, responsável pelo programa PowerDVD, diz que a chave não foi obtida através de seu software. Estúdios anteriormente afirmaram que reservavam o direito de invalidar chaves tidas como piratas no futuro, mas para que isto funcione corretamente, primeiro será necessário determinar que aplicativos estão sendo utilizados para obter tais chaves. Depois, seria necessário fazer com que estes softwares se atualizassem automaticamente antes da reprodução de cada disco, invalidando as possíveis chaves piratas.
Tanto o programador Muslix64 quanto outros envolvidos no desenvolvimento da BackupHDDVD não estão divulgando quais métodos podem ser utilizados para obter as chaves. Assim, eles se protegem de possíveis processos, mas também garantem que a falha que permite realizar a cópia permaneça sem resolução por mais tempo.

fonte:www.geek.com.br

iPhone 3D

iPhone

terça-feira, janeiro 16, 2007

segunda-feira, janeiro 15, 2007

Augusto 2 - A missão

Parece mentira mas é verdade!!!

Augusto levita augusto!!!



Deta-lhe: ele eh CAMPEAO DO MUNDO FIFA, olhem o logo na touca!!!!

segunda-feira, janeiro 08, 2007

Comédia do Ano!!!!

Bá simplesmente show de bola, recomendo mesmo!!!







Gênero: Comédia
Duração: 105 min
Origem: EUA
Estréia - EUA: 22 de Dezembro de 2006
Estréia - Brasil: 12 de Janeiro de 2007
Estúdio: 20th Century Fox
Direção: Shawn Levy
Roteiro: Ben Garant, Daniel Goldin, Joshua Goldin, Thomas Lennon
Produção: Shawn Levy, Michael Barnathan, Chris Columbus, Bob Ducsay
Última Atualização: 07 de Janeiro de 2007

Sinopse: "Uma Noite no Museu", uma super aventura cômica, é a mais nova investida da 20th Century Fox . Na trama do filme, um segurança sonhador (Ben Stiller, astro de "Entrando Numa Fria Maior Ainda"), aceita trabalhar no turno da madrugada no Museu de História Natural de Nova York. Durante seu trabalho, porém, coisas estranhas começam a acontecer - maias, gladiadores romanos e cowboys saem de suas maquetes e travam batalhas épicas; em sua busca por fogo, um neandertal queima sua vitrine; Átila - O Huno começa a pilhar a sua ala do museu e um Tiranossauro lembra a todos os motivos pelos quais ele é considerado o maior predador de todos os tempos. Em meio ao caos, a única pessoa que pode ajudar o segurança é a figura de cera do presidente Teddy Roosevelt (Robin Williams, de "Peter Pan" e "Quem É Morto Sempre Aparece"). O projeto está sendo dirigido por Shawn Levy ("Doze é Demais" e "Recém-casados") e tem no elenco Paul Rudd (de "O Virgem de 40 Anos"), Carla Gugino (de "Sin City"), Kim Raver (de "Conspiração no Alto Escalão" e do seriado "24 Horas"), Mickey Rooney (de "O Corcel Negro"), Dick Van Dyke (do clássico "Mary Poppins"), Bill Cobbs (de "Eu Ainda Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado"), Owen Wilson (de "Penetras Bons de Bico"), Steve Coogan (de "A Volta ao Mundo em 80 Dias") e Ricky Gervais (do seriado "The Office"). O ator Ben Stiller, o protagonista do filme, disse em entrevista que Owen Wilson interpreta um caubói de três polegadas de altura que está num display em miniatura do museu. Stiller e Wilson já dividiram a tela diversas vezes, como em “Zoolander”, “Starsky & Hutch” e “Entrando Numa Fria”.

Nota: 10

Você conhece essa ave?

Pessoal estou tentando descobrir que especime de ave é esta!

Quem souber por favor deixe um post.

Obrigado!

Passarinho

sábado, janeiro 06, 2007

E assim se foi Saddam

De volta ao Porto Alegre

E ae galerinha! Após algun dias de descanso na praia estamos de volta ;)

Videozinho bala do colorado!!!